Resposta de Brigitte Gabriel para mulher que diz ser perseguida por ser muçulmana



O ponto do vídeo é: sinta empatia também pelas pessoas que são vítimas dos muçulmanos radicais, e não só pela moça que diz sofrer perseguição. Combata o preconceito mas também combata as pessoas que explodem as outras.

­ 
Comentários
Comente, mas não esqueça que seu pai ou sua mãe podem estar lendo o que você escreve.